DIA

Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

Colunista Ariel Villanova - Quadro Rádio Ondas FM - Notícias das Redes Sociais de 27 de novembro

A cantora Sandy passou por maus bocados neste último final de semana. A artista havia acabado de desembarcar no aeroporto de Aracaju (SE), onde tinha se apresentado com a turnê "Meu Canto". Foi quando um fã abordou a cantora e pediu para que ela autografasse um DVD. Prontamente a artista atendeu ao pedido. O que Sandy não esperava era que o jovem puxasse seus cabelos. No vídeo, é possível ouvi-la gritar de dor. 

JORNAL NACIONAL ROUBADO

Os jornalistas do “Jornal Nacional” passaram por uma situação inusitada na redação no telejornal, na semana passada! Segundo informações do colunista Leo Dias, do jornal “O Dia”, uma das funcionárias teve sua carteira furtada enquanto trabalhava.

A moça entrou em contato com os seguranças da emissora, e logo conseguiram identificar o ladrão pelas câmeras. Tratava-se de um senhor de idade, com uma deficiência em uma das pernas.

Ainda de acordo com a publicação, o idoso entrou pela garagem do canal e permaneceu na redação do jornal por nada menos que quatro horas sem ser notado. Depois do acontecido, a segurança do local foi reforçada.


LUCIANO NÃO VAI SER CANDIDATO

Após semanas de especulações, Luciano Huck afirmou que não será candidato à Presidente da República nas eleições 2018! O apresentador do “Caldeirão” escreveu um artigo para o jornal “Folha de S.Paulo”, publicado na manhã desta segunda-feira (27).

“Quem se interessa pelo que sou e faço pode acreditar: vou atuar cada vez mais, sempre de acordo com minhas crenças, em especial com a fé enorme que tenho neste país. Contem comigo. Mas não como candidato a presidente”, disse ele.

O marido de Angélica frisou ainda que vai manter o seu engajamento em prol do país: “Com a mesma certeza de que neste momento não vou pleitear espaço nesta eleição para a Presidência da República, quero registrar que vou continuar, modesta e firmemente, tentando contribuir de maneira ativa para melhorar o país”.

“Vou bem além da voz amplificada enormemente pela televisão que amo fazer, do eco monumental das redes sociais que aprendi a tecer, do instituto que fundei há quase 15 anos e de todos os meios que o carinho das pessoas me proporcionou“, continuou.

Em seu artigo, o apresentador disse que se questionou quando seu nome passou a ser sugerido na corrida presidencial: “Depois de alguma reflexão, ela veio e me pareceu muito clara: minha exposição pública e, espero, meu jeito, minhas características, minha personalidade e a forma como vejo o mundo. As mesmas forças que me movem desde sempre me levaram a esse lugar“.

Huck ainda usou seu espaço no jornal de grande circulação para ressaltar o combate à corrupção. “Quero registrar de novo que entre as percepções que confirmei nesses últimos meses está a convicção de que não há nada mais importante do que tomarmos consciência da importância da política e de que precisamos nos mover concretamente na direção da atuação incisiva, para que não sejamos mais vítimas passivas e manobráveis de gente desonesta, sem caráter, despreparada e incapaz de entender o conceito básico da interdependência ou de pensar no coletivo”, indicou.